Exposição na BCo divulga o Dia Nacional do Sistema Braille

320px-A_person_reading_a_braille_book A Biblioteca Comunitária (BCo/UFSCar) realizará nesta segunda- feira dia 8/04/2013 uma exposição para comemorar o Dia Nacional do Sistema Braille, confirmando sua participação neste evento nacional e relembrando o pioneirismo de sua luta para implementar na Biblioteca equipamentos e tecnologias assistivas que permitissem aos deficientes visuais o acesso a leitura e a um direito fundamental que é a informação.

Na exposição serão apresentados todos os recursos utilizados pelos deficientes visuais para acesso a informação, como impressoras Braille, lupas eletrônicas, máquinas de escrever Perkins Braille, regletes e scanners de mesa, réguas, tangram e mapas em relevo.

O Dia Nacional do Sistema Braille foi instituído no Brasil por meio da Lei 12.226, de 21 de junho de 2010 que decretou o dia 8 de abril como homenagem ao dia do nascimento do primeiro professor cego brasileiro, José Alvares de Azevedo.

O professor que estudou o método em Paris, passou a ensiná-lo e difundi-lo no Brasil. Foi por meio de seu importante trabalho no qual divulgava as possibilidades de educação voltada para os cegos, que conseguiu sensibilizar o imperador D. Pedro II, que em 17 de setembro de 1854, fundou o Imperial Instituto dos Meninos Cegos, hoje Instituto Benjamin Constant no Rio de Janeiro, esta foi a primeira escola a receber pessoas com deficiência visual na América Latina.

O Braille ensinado pelo Professor brasileiro que recebeu o título honorífico de “Patrono da Educação dos Cegos no Brasil” é um sistema de escrita e leitura baseado na percepção pelo tato destinado a pessoas com deficiência visual.

Breillovo_písmo,_výřez  O sistema foi criado por Louis Braille, um jovem francês que ficou cego aos três anos de idade após se acidentar na oficina de seu pai.

Para desenvolver um sistema de leitura e escrita para cegos, ele usou como base o sistema de Barbier, utilizado para comunicação noturna entre os soldados do exército francês.

Em 1825 Louis Braille apresentou a primeira versão do seu sistema de escrita e leitura em relevo para utilização por pessoas cegas. A escrita é baseada na combinação de 6 pontos dispostos em 2 colunas de 3 pontos permitindo a formação de 63 caracteres diferentes que representam as letras do alfabeto, números, simbologia aritmética, fonética, musicografia e informática.

No Dia Nacional do Sistema Braille, 8 de abril, recomenda-se que entidades públicas e privadas realizem eventos para debater o sistema Braille, e refletir sobre os direitos das pessoas cegas e sua plena integração na sociedade, a acessibilidade à informação e comunicação e a aplicação de novas tecnologias.

É um dia que simboliza e relembra ações de pessoas e instituições que com seu trabalho e dedicação, mudaram a vida de muitas pessoas, como podemos citar:

Louis Braille que criou um instrumento para que as pessoas cegas pudessem acessar o conhecimento; José Alvares de Azevedo que aprendeu este instrumento e ensinou a usá-lo; A Fundação Dorina Nowill que  produz livros e revistas no formato Braille e que os distribui gratuitamente para pessoas com deficiência visual, para escolas, organizações e Bibliotecas.

A Biblioteca Comunitária da UFSCar e a Universidade Federal de São Carlos que implementaram o PROVER e o INCLUIR.

Localização do livro na estante:
DV / L218c.7
PISO 2 (Esquerda – PROVER)

 O PROVER – Programa de atendimento a grupos especiais de usuários deficientes visuais, foi criado em 1997, um projeto pioneiro desenvolvido com a equipe da BCo/UFSCar e um grupo de deficientes visuais para que por meio de tecnologias assistivas, as pessoas cegas  pudessem ter acesso à informação.  Foram instalados nos terminais de computadores softwares como o DOSVOX e o Virtual Vision que permitem a leitura dos textos escritos, acesso a internet e outros aplicativos. São ainda oferecidos por meio deste projeto, serviços de impressão em Braille, conversão de textos para áudio e digitalização de textos, acesso aos livros e áudio livros em braille. O acervo é composto por 1544 títulos em Braille, 83 títulos de livros falados em cd e materiais de apoio pedagógico.

braille_john

Localização do CD na estante:
DV-CD / 1374
PISO 2 (Esquerda – Multimeios)

 O INCLUIR – Núcleo de Acessibilidade no ensino superior da UFSCar foi inaugurado em 2008, com o objetivo de preparar a comunidade acadêmica para o relacionamento com portadores de necessidades educacionais especiais. Sediado no Piso 2 da BCo, as  principais atividades do núcleo são: elaborar e reproduzir materiais pedagógicos de orientação para acessibilidade; oferecer apoio acadêmico, organizar e implementar cursos e seminários na sensibilização dos profissionais

da UFSCar para a acessibilidade.

*

image
Localização do livro na estante:
DV / S623h
PISO 2 (Esquerda – PROVER)
Anúncios

Um comentário sobre “Exposição na BCo divulga o Dia Nacional do Sistema Braille

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s