Ayrton Senna: uma lenda a toda velocidade; uma jornada interativa – Christopher Hilton

Localização do livro na estante: G927.9672 / S478h

Localização do livro na estante: G927.9672 / S478h
PISO 5 (Esquerda – Sala de Coleções Especiais)

Ayrton Senna – uma lenda a toda velocidade: uma jornada interativa traz ao leitor e também fã a biografia desse grande nome da história do automobilismo.  Ayrton Senna da Silva, mais conhecido como Ayrton Senna do Brasil na Fórmula 1 e Beco para os íntimos;  nascido em 21 de março de 1960 e faleceu no dia 1 de maio de 1994 durante o Grande Prêmio de San Marino de 1994, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, em Ímola (Itália). O livro traz toda história desde seu nascimento até a morte, com relevância para os anexos que contém dentro do livro como: certidão de batismo, uma detalhada carta ao amigo e gerente Armando Teixeira, convite especial para a entrega dos prêmios em Paris, depois do campeonato mundial em 1990, etc; trazem também relatos de amigos e familiares que conviveram com esse grande ídolo os fatos familiares vividos por Ayrton de como ele era por trás das corridas. O livro foi redigido por Christopher Hilton, e por curiosidade já é o sétimo livro que ele publica sobre Senna.

Saboreie alguns trechos:

“Você pode perguntar a dez pessoas que o conheceram e as dez pessoas irão confirmar que ele era humilde, simples, amistoso; era alguém em que você podia confiar” Alfredo Popesco, amigo de infância. (pg.13)

“Senna tinha um enigma a seu redor. As pessoas como ele são pessoas normais, mas têm algo a mais. Elas têm um determinado olhar, sabem o que estão fazendo. É a mesma coisa com com Michel Schumacher.Os dois eram calmos. Passavam um ar de confiança às pessoas que trabalhavam com eles.” Nigel Stepney

“Entre os parentes e amigos, ele era simplesmente Beco, o garoto que sonhara pilotar um carro de F-1, mas que também preferia a intimidade do lar à agitada vida noturna do mundo das corridas” (pag.127).

Ouça aqui Ayrton Senna: uma lenda a toda velocidade; uma jornada interativa

Anúncios

+ Christopher Hilton

Christopher Hilton nasceu no Reino Unido em 29 de setembro de 1944 e faleceu em 28 de novembro de 2010. Jornalista esportivo começou sua carreira em Newcastle, quando em 1970, recrutado pelo editor de esportes Ken Lawrence, começou a cobrir a fórmula 1.

Christopher tornou-se ao longo de sua carreira uma autoridade em histórias do automobilismo. Autor de mais de 30 livros sobre o tema, especializou-se em biografias de pilotos de F-1, como Ayrton Senna, Michel Schumacher, Juan Pablo Montoya, Jean Alesi, James Hunt, Heinz-Harald Frentzen entre outros.

Recebeu vários prêmios entre eles na categoria de Melhor Biografia em 2009 com o livro Regga: the extraordinary two lives of Clay Regazzoni, que narra a vida íntima de Clay Regazzoni. Suas obras foram traduzidas para 15 idiomas.

Christopher também escreveu sobre três copas mundiais de futebol, a história do Mundo de Berlim, a biografia do campeão de motociclismo Mike Hailwood,  um estudo pioneiro sobre os Grandes Prêmios do Donington de 1937 e 1938 e do navio Mayflower.

Livros do autor:   “Gerhard Berger”; “The Wall”; “Ayrton Senna – uma lenda a toda velocidade”; “Jacques Villeneuve”; “Champions”; “Juan Pablo Montoya”; “Memories of Ayrton Senna”; “Michel Schumacher” “Jean Alesi”; “Mayflower”.