Cem Anos de Solidão – Gabriel Garcia Márquez

cem-anos

Localização na estante: Gco863/ G216c.27 – Piso 2 (Direita – Bloco 1)

Cem Anos de Solidão conta a história de José Arcadio Buendía, sua mulher Úrsula e seus filhos: José Arcadio Buendía, Amaranta e Rebeca, que vivem na cidade de Macondo.

A história de Cem Anos de Solidão gira em torno da família Buendía por diversas gerações. Úrsula, a matriarca da família, acompanha todas as sete gerações, e ao perceber as características de seus herdeiros, passa a chamar os homens de José Arcadio (os trabalhadores, extrovertidos e impulsivos) ou de Aureliano (os estudiosos, introvertidos e calmos).

No decorrer dos fatos, são mostrados os encontros e desencontros ocorridos nas vidas de seus membros por diversos anos, até que o último Buendía vivo consegue decifrar as escrituras que prediziam o futuro da família.

O livro foi lançado inicialmente na Argentina em 1967 com uma tiragem inicial de 10.000 exemplares. Hoje em dia se encontra traduzido em 35 idiomas, com vendas de 50 milhões de exemplares. É considerada a obra mais importante da literatura hispânica, ficando atrás somente de Dom Quixote de la Mancha.

 

+ Gabriel Garcia Márquez

Gabriel Garcia Marquez Gabriel Garcia Márquez, também conhecido como Gabo, nasceu no dia 6 de março de 1927 em Aracataca, Colômbia. Foi criado durante um tempo por seus avós maternos, que exerceram grande influência em suas histórias.

Frequentou a Universidade Nacional da Colômbia para estudar Direito e Ciências Políticas mas abandonou o curso antes de sua formação. Trabalhou como jornalista na década de 50, e teve seu primeiro romance publicado em 1955. Suas novelas e histórias curtas, que uniam realidade e fantasia, lhe renderam o Prêmio Internacional Neustadt de Literatura em 1972, e o Nobel de Literatura em 1982, por suas célebres obras, incluindo seu livro Cem Anos de Solidão.

Em 2012, veio a público que Márquez havia sido diagnosticado com demência, e embora estivesse fisicamente bem já havia perdido a memória e não poderia voltar a escrever. Faleceu no dia 17 de abril de 2014 na Cidade do México, aos 87 anos, vítima de câncer.