Orgulho e Preconceito – Jane Austen

8577992659_rtEm Orgulho e Preconceito, a escritora Jane Austen nos mostra os costumes, tradições e preconceitos do início do século XIX, período em que a Inglaterra era conhecida por seu avanço econômico. A sociedade daquela época se vangloriava por sua hierarquia, elemento esse que separava os bem abastados dos mais simples, de forma que o encontro entre as diferentes classes era meneado apenas pelo respeito aos costumes da época, o que demonstra não só o preconceito que perpetuava em tal época, como também, o demasiado orgulho.

Elizabeth Bennet (Lizzy) mora em Longbourn com seus pais e mais quatro irmãs, e em uma época na qual o sobrenome e a condição financeira possuíam uma grande importância social e, onde a única perspectiva de futuro para as moças seria de se casar com um rapaz rico. Porém, a família Bennet não ocupa uma alta posição em meio a sociedade local, e a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, dedica todo o seu tempo frequentando os mais diversos bailes e reuniões a fim de casar as filhas mais velhas antes que seja tarde demais para elas.

Com a chegado do Jovem, rico e solteiro Sr. Bingley a Netherfield Park, todas as mães da região ficam extasiadas com a possibilidade de casar alguma de suas filhas com um pretendente como ele, e em 1° lugar nessa lista está a Sra. Bennet, que não vê a hora de casar uma de suas filhas com Bingley. Junto com Bingley, estão também suas duas irmãs e seu melhor amigo, o também solteiro e ainda mais rico, Sr. Darcy.

 

Assim que conhecem o Sr. Bingley, todos na região ficam encantados com sua educação,  bom humor e beleza, e ele se encanta logo de início pela jovem  Jane Bennet, irmã de Lizzy, com quem passa a maior parte do tempo nos bailes e a quem dedica a maior atenção.
Já o Sr. Darcy, é visto por todos como um homem muito orgulhoso e preconceituoso. Ele de cara esnoba Lizzy em um baile, e ela com o pouco que conhece dele passa a abominá-lo, mas durante a história muitas coisas irão acontecer e muitos sentimentos virão a tona. Será o amor capaz de vencer tanto orgulho e preconceito, por parte dos protagonistas?

As idas e vindas do destino fazem com que Elizabeth e Darcy se encontrem constantemente, os aproximando, derrubando barreiras. Logo Darcy se vê apaixonado, contudo, Elizabeth ainda vê nele um forte preconceito e orgulho, o que o distancia dela, independente do sentimento que ele diz ter. Entretanto, quando o amor é forte e real, é possível superar qualquer problema, e para Darcy, a única forma de tê-la é deixar de falar, e mostrar com ações, o quanto a ama.