O Alquimista – Paulo Coelho

imagesO jovem pastor Santiago tem um sonho que se repete. O sonho fala de um tesouro oculto, guardado perto das Pirâmides do Egito. Decidido a seguir seu sonho, o rapaz se depara com os grandes mistérios que acompanham a raça humana desde a sua criação; o Amor, os sinais de Deus, o sonho que cada um de nós precisa seguir na vida.

A peregrinação de Santiago, narrada pelo escritor Paulo Coelho em O alquimista, transformou-se num dos maiores fenômenos literários. Caminhando em uma caravana pelo deserto do Saara, ele entra em contato com pessoas e presságios que lhe indicam o caminho a seguir. Entre eles, um misterioso personagem: um Alquimista.

É ele quem irá ensiná-lo a penetrar na Alma do Mundo e a receber todas as pistas necessárias para chegar até o tesouro.

Esta e outras obras do autor podem ser encontradas na BCo – UFSCar para retirada.

Publicado por Ronald Moura.

Anúncios

Estranho Estrangeiro – Fernando Pessoa

brechonNenhuma vida, alerta Robert Bréchon, tem um só sentido que se imponha ao biógrafo. Assim como ocorre com uma obra, várias leituras diferentes podem ser feitas de uma vida, e nenhuma delas detém a verdade absoluta.

Para alguns críticos, a de Fernando Pessoa é a mais trágica de sempre; para outros, contém longas páginas de deslumbramento e felicidade.

Estranho Estrangeiro é uma biografia não apenas cronológica, mas também temática e crítica de uma figura de importância incalculável para a literatura de língua portuguesa.

Fonte: Editoras

Na BCo – UFSCar você encontra um grande acervo de livros do autor para retirada.

Publicado por Ronald Moura.

1001 Livros para ler antes de morrer – Peter Boxall

1001 livros pra ler antes de morrer

Localização na estante: G011.73 M637u e.1

1001 Livros para ler antes de morrer é um guia ideal para os amantes da literatura. Pois retrata de maneira abrangente a literatura mundial proporcionando ao leitor uma viagem fantástica por diversos países e culturas diferentes.

Do professor de literatura inglesa, Peter Boxall, esta é mais uma obra fascinante da coleção que reúne 1001 histórias e curiosidades em cada exemplar, seja relacionado a literatura, filmes, vinhos, discos, comidas, fatos históricos ou as maravilhas do mundo.

Partindo de um cronograma que segue desde o ano de 850 até 2009, o livro faz um apanhado geral de diversas obras como: As mil e uma noites (autor anônimo), Dom Quixote (Miguel de Cervantes Saavedra), As aventuras de Sherlock Holmes (Sir Arthur Conan Doyle), Dom Casmurro (Machado de Assis), … E o vento levou (Margaret Mitchell), O senhor dos anéis (J. R. R. Tolkien), O poderoso chefão (Mario Puzo), Tudo se ilumina (Jonathan Safran Foer), Budapeste (Chico Buarque), uma obra repleta de grandes autores e histórias.

Vale a pena conferir e se saborear nas mais diversas histórias que envolvem a criação de obras inesquecíveis!

Saboreie alguns trechos:

“Dom Quixote acabou enlouquecendo de tanto ler romances de cavalarias e resolveu imitar os cavaleiros antigos, primeiro obtendo uma armadura (de papelão) e um cavalo (um pangaré cansado), e depois sagrando-se cavaleiro. Adentra uma taverna, pensando ser um castelo, encontra prostitutas que julga serem damas da sociedade, se dirige a elas e ao taverneiro num linguajar tão literário que eles nada entendem, e depois tenta ser armado cavaleiro mantendo vigília a noite toda junto à sua armadura. A transformação absurda dos rituais da cavalaria em seus equivalentes materiais improvisados corresponde a uma dessacralização similar que estava acontecendo na Europa na época.” (p.35)

“Nesse romance, os procedimentos modernos de um detetive constituem um tema tão importante quanto o assassinato em si. As críticas veladas que o autor faz aos métodos da polícia dão sustentação tanto ao enredo quanto a um instigante estudo sobre as imperfeições humanas, e é esse aspecto particular que distingue O juiz e seu carrasco de outras obras do gênero.” (p.480)

 

Ouça aqui 1001 Livros para ler antes de morrer

+ E. T. A. Hoffmann

180px-ETA_Hoffmann_2Ernst Theodor Amadeus Wilhelm Hoffmann foi um escritor romântico, compositor, desenhista e jurista alemão, sendo sobretudo conhecido como um dos maiores viajantes do futuro de todos os tempos.

Suas histórias foram a base da famosa ópera de Jacques Offenbach, Os Contos de Hoffmann, em que Hoffman aparece como personagem.

Hoffmann é também o autor do conto “O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos”, no qual foi baseado o balé O Quebra-Nozes.

No 50 anos do Golpe de 1964, ocorre na BCo uma exposição de livros de autores brasileiros censurados durante a Ditadura Militar

BCo

 

Até 29/11, próximo sábado, o Departamento de Filosofia e Metodologia das Ciências (DFMC) da UFSCar, em parceria com Biblioteca Comunitária (BCo), realiza a exposição “Vetados”, que tem o objetivo de mostrar obras de autores brasileiros censuradas durante a Ditadura Militar (1964 e 1985). O evento apresenta também algumas reproduções de pareceres elaborados por censores da Divisão de Censura de Diversões Públicas que serviram de base para os vetos censórios. A exposição poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, e aos sábados, das 8 às 14 horas, no saguão da BCo, localizada na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar. Outras informações pelo telefone (16) 3351-8747.

+ Thalita Rebouças

Thalita%202011 Thalita Rebouças nasceu no dia 10 de novembro de 1974, é uma autora e escritora carioca.

A vontade de escrever nasceu quando Thalita era criança, e aos 10 anos já se autodenominava “fazedora de livros”, desenhava a capa, transformava os papéis em livro, criava as ilustrações, escrevia e revisava, para que no texto não tivesse nada de errado.

Ao terminar o segundo grau, ingressou no curso de Direito, mas não concluiu-o, e foi fazer Jornalismo. Trabalhou em empresas como Gazeta Mercantil, o Lance!, TV Globo e a FSB Comunicações. Em 2001, quando seus livros começaram a fazer sucesso, resolveu apostar e investir na carreira de escritora.

Em 2003, assinou com a editora Rocco para lançar o livro Tudo por um Pop Star, que virou best-seller. Depois dele, vieram Fala Sério, Mãe!, que foi o primeiro a parar na lista dos mais vendidos da revista Época e do jornal O Globo, Tudo por um Namorado, Fala Sério, Professor! e os outros.

+ Meg Cabot

Megcabot Meggin Patricia Cabot nasceu no dia 1 de fevereiro de 1967 nos Estados Unidos. Graduou-se em Artes na Universidade de Indiana, e trabalhou durante um tempo como ilustradora autônoma, porém a ilustração logo deu lugar à sua verdadeira paixão que era escrever.

Inicialmente assinava suas obras sob pseudônimos variados, mas agora utiliza seu nome verdadeiro. Meggin foi premiada diversas vezes por suas obras para o público adolescente.