Ou isto ou aquilo

download (5)

Localização na estante: EJ M514ois.2 PISO 2 (Direita – Bloco 2)

Reunindo vários poemas de Cecília Meireles e publicado inicialmente em 1964, o livro “Ou isto ou aquilo” tem escrita leve e divertida, fazendo qualquer leitor aprovar a obra. O nome completo da autora é Cecília Benevides de Carvalho Meireles. Ela nasceu no Rio de Janeiro, em 07 de novembro de 1901. Foi poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É até hoje considerada uma das vozes líricas mais importantes da nossa língua portuguesa. Teve reconhecimento mundial pelos vários trabalhos produzidos, ganhando diversos prêmios nacionais. Após a sua morte, em 09 de novembro de 1964, foi homenageada tendo seu nome em várias escolas por todo o Brasil. Seus vários poemas infantis são delicados e engraçados, e ainda conseguem expressar vários sentimentos e situações do nosso dia-a-dia, como o clássico poema que deu nome ao seu livro. Um livro para se ter em casa, ler e reler, rir e se encantar.

Ou isto ou aquilo (Cecília Meireles)

Ou se tem chuva e não se tem sol

Ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,

Ou se põe o anel e não se calça a luva!

 

Quem sobe nos ares não fica no chão,

Quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa

Estar ao mesmo tempo em dois lugares!

 

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,

Ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .

Evivo escolhendo o dia inteiro!

 

Não sei se brinco, não sei se estudo,

Se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda

Qual é melhor: se é isto ou aquilo.

 

Confira no blog +LeituraBCo

Texto elaborado em pareceria com a Disciplina: Leitura e escrita: fundamentos, práticas e ensino do Curso de Pedagogia

Ouça aqui Ou isto ou aquilo

Brasil, mostra a sua máscara – Fred Góes

br

Localização na estante: G 869.98 B823m – Piso 2 (Direita – Bloco 1)

Em Brasil, mostra a sua máscara, o autor reúne crônicas, contos, poemas e letras de músicas sobre o Carnaval.

O que muitos não sabem é que o Carnaval não se originou no Brasil. A festa teve início na Grécia por volta dos anos 600 a 520 a.C, e nela os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção.

O período do Carnaval era marcado pelo “adeus à carne” (do latim “carne vale“) dando origem ao termo “Carnaval”.  O significado está relacionado com o jejum que deveria ser realizado durante a quaresma.

O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade do século XIX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como Nice, Nova Orleans, Toronto e Rio de Janeiro se inspiraram no Carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas.

“No carnaval, esperança

Que gente longe viva na lembrança

Que gente triste possa entrar na dança

Que gente grande saiba ser criança.”

Sonho de um Carnaval – Chico Buarque, p. 75