Cosmos – Carl Sagan

Cosmos Capa

Localização na estante – FC G732b v.8 (Piso 5 – Esquerda – Sala de Coleções Especiais)

Cosmos, de 1980, talvez seja o livro mais popular escrito por Carl Sagan, o livro é ilustrado e dividido em 13 capítulos que abordam a evolução da ciência e da civilização, partindo das origens do conhecimento e do método científico misturando filosofia e ciência, até chegar à visão de Sagan de como seria o futuro.

Carl Sagan queria uma chance de poder explicar idéias científicas a um publico leigo que estivesse interessado em aprender, por isso, o livro usa uma linguagem simples e tom de conversa para explicar suas ideias. Na época o livro foi produzido juntamente com uma série de mesmo nome para a TV, para que ambos se completassem. Em 1981, Cosmos recebeu um Prêmio Hugo de Melhor Obra de Não-Ficção.

Curiosidade:

Uma nova adaptação de Cosmos para a TV estreou ainda este ano, com o título Cosmos: Uma Odisséia do Espaço-Tempo, e conta com a apresentação do astrofísico Neil DeGrasse Tyson, essa nova adaptação traz informações atualizadas dos temas que foram abordados por Sagan nos anos 80.

Anúncios

+ Carl Sagan

Carl Sagan Carl Edward Sagan foi um cientista, astrobiólogo, astrônomo, astrofísico, cosmólogo, escritor e divulgador científico norte americano. Filho de uma família de judeus ucranianos, nasceu no dia 9 de Novembro de 1934 em Nova Iorque. Graduou-se em artes com honras especiais e gerais em ciências, em 1955 pela Universidade de Chicago. Obteve mestrado em física em 1956 e, em 1960 tornou-se doutor em astronomia e astrofísica.

Foi professor na Universidade de Harvard, depois na Universidade de Ithaca, e por fim na Universidade Cornell. Desde os anos 50 esteve vinculado ao programa espacial norte americano, como consultor e conselheiro da NASA. É autor de mais de 600 publicações científicas, e mais de 20 livros de ciência e ficção científica, recebeu diversos prêmios durante sua vida por suas contribuições para a ciência, além de um Prêmio Pulitzer de literatura em 1978 pelo livro Os Dragões do Éden.

Carl Sagan faleceu em 1996 aos 62 anos, vítima de pneumonia após combater por dois anos uma doença rara e grave na medula óssea.